Geral

Distribuição de cestas básicas é questionada por vereador

Publicado em: 21/05/2020 10:00

Whatsapp

 

Distribuição de cestas básicas é questionada por vereador

Vereador Élcio Arruda apresentou requerimento na última sessão

Distribuição de cestas básicas é questionada por vereador

Élcio Arruda fez requerimento pedindo informações sobre distribuição de cestas e máscaras à população

Durante a 17ª Sessão Ordinária, realizada na noite de segunda-feira (18/05), o vereador Élcio Arruda apresentou o Requerimento nº 159/2020 que solicita informações a respeito da distribuição de cestas básicas no município.

Esta é mais uma matéria do parlamentar relacionada à pandemia do coronavírus. “Tenho sido questionado por inúmeras pessoas que estão tendo dificuldade de serem contempladas com cestas básicas e sabemos que teve algumas ações dos vereadores da casa para que fosse convertida uma emenda a ser utilizada no evento evangélico para a compra de cestas básicas pela Prefeitura.”

Além da destinação da emenda, a própria Prefeitura também tem realizado ações para a aquisição de cestas. “Estamos preocupados com o fornecimento, as pessoas estão precisando, teria que ser uma distribuição com máxima urgência”, afirmou Élcio Arruda.

No mesmo requerimento, o vereador busca verificar a possibilidade de distribuição de máscaras à população de baixa renda. “Temos visto muitas pessoas que ainda estão indo a bancos e etc. sem a utilização da máscara. Em alguns casos, essa pessoa está fazendo alguns improvisos, então temos que tentar fazer a nossa parte.”

Élcio Arruda disse estar verificando a legalidade da distribuição. “Vou pedir um parecer jurídico aqui na Câmara e, também, da própria Prefeitura para ver a legalidade e, além da distribuição das cestas básicas, distribuir esses EPIs (equipamentos de proteção individual), principalmente máscaras para nossa população”, finalizou.

Outros vereadores também fizeram o uso da palavra para pedirem a urgência na distribuição das cestas, entre eles, o vereador Sérgio de Oliveira (DEM). “Estamos recebendo reclamação de várias pessoas que têm procurado a Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania e não estão sendo beneficiados com essas cestas básicas.”

Já o vereador Alan João (PSD) explicou que, após conversa com a secretária de Desenvolvimento Social e Cidadania, Mileni Arantes, está sendo feito um levantamento das famílias necessitadas. “Após o início dessa pandemia, a Prefeitura teve que remodelar todo seu sistema de distribuição de cesta básica, já que a procura aumentou duas, três vezes.”

O parlamentar também detalhou que, do mesmo modo que a procura aumentou, também teve famílias que deixaram de retirar as cestas básicas, pois começaram a receber o auxílio emergencial. “Com isso, a Secretaria conseguiu conduzir e tratar de forma proporcional essa situação. A Prefeitura está em processo licitatório e nos próximos dias isso já vai estar solucionado”, garantiu o representante do prefeito.

Um dos que encaminhou parte de sua emenda para a aquisição de cesta, o vereador Renato Rosa (Republicanos) disse querer acompanhar essa distribuição das cestas. “A maioria dos vereadores tem sido cobrado constantemente e não há notícias de que a população tenha recebido essas cestas básicas.”

Outro que encaminhou parte de sua emenda para a compra de cestas, o vereador Ismael da Silva (Republicanos) também afirmou estar preocupado com a falta de cestas. “Infelizmente, muitas famílias estão desempregadas e nós disponibilizamos a possibilidade de elas receberem a cesta e as famílias ainda não receberam”, indignou-se.

Francisco Pereira (Republicanos) ressaltou que juntos os vereadores enviaram R$ 40 mil para a aquisição de cestas. “Para as pessoas que me procuraram, eu disse para procurarem a Secretaria e fazerem o cadastro. Vejo que está caminhando para dar tudo certo.”

Para o vereador Cabo Eduardo (Progressistas), logo essa questão da distribuição das cestas será sanada. “Vai atingir essas pessoas que tanto necessitam e eu proponho que quem não recebeu uma cesta básica procure os vereadores que nós vamos ver o que que está acontecendo”, orientou.

O vereador Gideon dos Santos (DEM), outro parlamentar que contribuiu com a emenda e que trabalha na Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania, disse achar ser pouco o que o Poder Executivo tem feito pela população. “Tendo em vista a devastação de desemprego que houve em Porto Ferreira. Sabemos que muitas famílias estão precisando e que o auxílio emergencial não deu para todo mundo”, afirmando que as cestas devem chegar até a próxima semana.

Alessandro Bertazi (Progressistas) completou a explicação de Alan João dizendo que a emenda dos vereadores foi encaminhada antes da decretação de calamidade pública e, por isso, foi feita licitação para a compra de cestas básicas. “Encontramos, no nosso dia a dia, uma quantidade imensa de pessoas atrás de ajuda e, na grande maioria das vezes, tiramos dinheiro do bolso para acudir”, finalizou o parlamentar.

O requerimento foi aprovado por todos os vereadores e será encaminhado para a resposta do Poder Executivo.

Por Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Porto Ferreir