Geral

Palavra livre aborda emenda conquistada e solicitações

Publicado em: 04/06/2020 16:00

Whatsapp

 

Palavra livre aborda emenda conquistada e solicitações

Gideon dos Santos fala na última sessão na palavra livre

Palavra livre aborda emenda conquistada e solicitações

Vereador Gideon dos Santos também falou de requerimentos e melhorias no asfalto do município

Durante a 19ª Sessão Ordinária, realizada na segunda-feira (01/06), o vereador Gideon dos Santos (Democratas) falou na palavra livre final e solicitou melhorias no asfaltou e declarou apoio a dois requerimentos que foram apresentados na sessão.

O parlamentar iniciou seu discurso falando sobre o Requerimento nº 175/2020, de autoria do vereador Sérgio de Oliveira (Democratas), que agradeceu ao deputado federal Vanderlei Macris (PSDB) pelo envio de emenda extraorçamentária no valor de R$ 175 mil para o Hospital Dona Balbina, conquistada por ambos vereadores.

“Algumas pessoas questionaram, outros criticaram, mas uma emenda com tão pouco tempo entre o pedido, acho que em uma semana já foi atendida mais uma demanda do município de Porto Ferreira. Isso mostra um trabalho sério, que os vereadores estão correndo atrás para trazer para Porto Ferreira, neste momento de pandemia, mais dignidade e um pouco mais de qualidade no serviço do hospital”, declarou.

Gideon dos Santos aproveitou seu tempo na tribuna para solicitar ao Executivo Municipal que desse atenção ao bairro Centenário. “Tem muitas ruas ali que acho que os caminhões viraram, o asfalto amontoou nos cantos trazendo bastante defeito. Seria importante que a Secretaria de Obras desse uma fiscalizada naquele local para ver as condições dos asfaltos”, informou o vereador.

Outra solicitação que requerida foi sobre a rodovia SP-215. “Eu já pedi aqui nessa sessão pelo buraco localizado na estrada antes de chegar no Centenário, até jogaram um concreto ali, mas, infelizmente, agora abriu de novo. Solicitamos que a Secretaria de Obras faça o reparo que até agora não foi feito. Sabe-se que não é do município a obrigação, mas os usuários são ferreirenses.”

Já sobre o Requerimento nº 178/2020, também de autoria do vereador Sérgio de Oliveira, que solicita informações sobre nomeação e exoneração de servidores públicos em cargos comissionados, Gideon dos Santos disse que ouviu bastante reclamação.

“Algumas pessoas acabaram perdendo gratificações, outros foram nomeados depois que tomaram as suas direções partidárias. Quando a gente fala que não existe perseguição nos dias de hoje, é porque é difícil entender isso já que em uma democracia cada um pode escolher o que quiser, cada um tem o direito de se expressar”, pontuou.

O vereador acredita que, se houver perseguição, não é intencional. “Eu prefiro entender dessa forma, vereador Sérgio, que não foi intencional o que aconteceu, mas nós tivemos, sim, alguns servidores que perderam suas gratificações e dá a entender que acabou sendo uma perseguição e isso não é bom para o trabalho do funcionário público”, garantiu.

Gideon dos Santos disse também que sabe de alguns servidores que foram beneficiados. “Isso não está escondido, está claro para todo mundo ver o que aconteceu aqui em Porto Ferreira. Se realmente for provado, se nós conseguirmos provar por meio da resposta do requerimento, iremos cobrar para que seja sanado esse prejuízo”, ressaltou o parlamentar.

Para finalizar, o vereador falou sobre a necessidade de reabertura dos templos religiosos, assim como os vereadores Francisco Pereira (Republicanos) e Ismael da Silva (Republicanos) falaram. “Que a gente volte a ter as reuniões dentro das normas do Ministério da Saúde sendo que várias cidades da região abriram.”

Segundo Gideon dos Santos, a abertura trará benefícios. “Essa flexibilização, desde que tenhamos a preocupação de se proteger contra a pandemia, entendo que não teremos problema nenhum. Então venho aqui reforçar mais uma vez e solicitar a reabertura. Vamos lutar para que voltem a ter as missas, os cultos religiosos porque muitas pessoas estão precisando, estão passando por problemas psicológicos, preocupadas com que vai acontecer”, concluiu.

Por Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Porto Ferreir