Gustavo Braga Coluci

Balanço da legislatura é pontuado em palavra livre

Publicado em: 16/12/2020 11:30

Whatsapp

 

Gustavo Braga Coluci fala na palavra livre da 46ª Sessão Ordinária

 

Balanço da legislatura é pontuado em palavra livre

Presidente da Câmara, Gustavo Braga Coluci, falou sobre o seu mandato na última sessão

Na última sessão ordinária realizada na segunda-feira (14/12), o presidente da Câmara Municipal, vereador Gustavo Braga Coluci (PSD), usou seu tempo na palavra livre final para pontuar sobre ações de seu mandato.

O parlamentar iniciou dizendo que não falaria em tom de despedida. “Eu vivo da política e vou estar na política enquanto Deus permitir. Vou ser candidato para perder ou para ganhar, como já ganhei e como já perdi várias vezes, nós continuamos e sem medo algum.”

Gustavo Braga Coluci disse que, mesmo não sendo vereador, continuará a trazer recursos para a cidade. “Nós sempre conseguimos recursos para a cidade porque temos procurado bons deputados. Em breve teremos a inauguração do Parque do Amanhã que foi o deputado Campos Machado que conseguiu a maior parte dos recursos”, salientou.

“E vou continuar, é isso que eu faço. Nós vamos continuar e tentando sempre fazer o melhor. Saio com a sensação de dever cumprido, mais de 900 matérias dentro da Câmara Municipal neste mandato, R$ 3,5 milhões em recursos neste mandato”, continuou o presidente.

Entre as ações realizadas dentro da Câmara Municipal, ele pontuou a construção dos gabinetes para os vereadores, junto com o ex-presidente da Câmara, vereador Miguel Bragioni. “Apesar de não ter sido reconhecido pela população pelo trabalho que nós fizemos, fui sim bem reconhecido ficando como o décimo sexto mais votado de 160 candidatos.”

Segundo Gustavo Braga Coluci, o motivo de não ter sido reeleito foi o apoio dado ao prefeito Rômulo Rippa. “Não apoiei a minha família, sou Braga, mas na minha concepção Rômulo Rippa está fazendo um bom mandato, com ajuda nossa e deste presidente. Fui eleito junto com o Rômulo, Rômulo ganhou para prefeito e eu ganhei para vereador como vocês e de lá para cá todos os dias converso com o Rômulo para tentar algo melhor para minha cidade.”

Outro assunto abordado foi o reajuste salarial dos vereadores. “Foi apenas um reajuste, aumento foi em 2011, 70%, aquilo foi aumento. Nós demos um reajuste de nada.” Ele também comentou ter sido taxado de dar o próprio aumento. “O presidente não vota, foram só os senhores que votaram, eu não voltei, mas aqui somos parceiros, vocês me elegeram para presidente e se vocês votaram também voltei, eu assumo a responsabilidade”, ressaltou.

Para o presidente da Câmara, esta legislatura fez a diferença. “E nós vamos continuar fazendo e fazendo muito. Eu agradeço a todos. Muito, muito obrigado a todos funcionários e vereadores por me ajudarem na condução da Câmara. Fizemos um belo trabalho.”

Em março deste ano, foi feita uma devolução para a Prefeitura de R$ 160 mil. “E vamos devolver mais R$ 400 mil agora que não foram utilizados”, afirmou Gustavo Braga Coluci. Durante sua fala, Ele também comentou sobre a próxima presidência da Câmara e quem poderá se candidatar.

“Alguém perguntou se eu fiquei triste por ter perdido a eleição, eu falei que fiquei mais triste pela decepção da minha filha, mas nós fizemos uma campanha limpa, bonita e de cabeça erguida. Eu só tenho que agradecer a Deus cada dia porque minha vida é muito boa”, finalizou o presidente da Câmara.

Por Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Porto Ferreira