Ricardo Patroni

Vacinação dos professores e profissionais da educação é solicitada

Publicado em: 04/03/2021 12:00

Whatsapp

 

Na tribuna, vereador Ricardo Patroni discursa sobre seu requerimento

Vacinação dos professores e profissionais da educação é solicitada

Vereador Ricardo Patroni fez matéria com solicitação e questionando sobre volta às aulas presenciais

Na 6ª Sessão Ordinária, realizada na segunda-feira (01/03), o vereador Ricardo Patroni (PSD) apresentou o Requerimento nº 87/2021 solicitando informações se há previsão para o início da vacinação dos professores e profissionais de educação de escolas públicas municipais e estaduais e de instituições privadas do município.

Além de questionar sobre a possibilidade da vacinação dos professores e profissionais da educação, o requerimento também solicita mais informações sobre a volta às aulas presenciais. “Eu fui procurado por diversos munícipes, tanto pais e mães de alunos quanto profissionais da educação de escolas públicas e particulares, questionando sobre os assuntos”, iniciou o vereador.

Sobre a vacinação, Ricardo Patroni disse acreditar ser necessária para uma volta às aulas presenciais segura. “É uma prioridade de segurança para os alunos e também para os profissionais visto que as aulas presenciais estão paradas há quase um ano e com certeza estão acumulando muitos danos de aprendizagem aos alunos do nosso município e também do estado e do nosso país.”

O parlamentar atentou-se para a volta das aulas presenciais em escolas particulares. “Algumas escolas particulares já retomaram as aulas presenciais em sistema híbrido com uma quantidade reduzida da carga horária de aulas e de alunos em turmas menores.”

Ricardo Patroni busca, com seu requerimento, saber se o retorno das aulas na rede municipal está condicionado à vacinação dos professores e profissionais. “Ressalto também que a vacinação dos profissionais não está sendo considerada atualmente, tanto a nível Estadual quanto a nível Federal, como um fator condicionante para a reabertura gradual das escolas”, lembrou.

Para o vereador, os professores e profissionais da educação, principalmente aqueles com comorbidades, deveriam ser inclusos nesta etapa prioritária da vacinação. “Questiono quais os impedimentos para não serem inclusos e aqui aproveito para solicitar aos colegas vereadores que possamos subscrever uma moção de apelo ao governador do Estado de São Paulo e também à Secretaria de Saúde do Estado sobre a possibilidade de antecipação da vacinação desses profissionais tendo em vista a necessidade de retomada das aulas presenciais.”

Em reunião com o prefeito Rômulo Rippa, Ricardo Patroni, que é membro da Comissão de Educação, recebeu a informação de que existe um cronograma para a retomada das aulas presenciais na rede municipal. “Está prevista em regime híbrido, com 35% da capacidade da sala de aula sendo iniciada em algumas séries do Ensino Infantil, Fundamental e Médio apenas para 15 dias após a retomada do município para a fase laranja.”

Finalizando a sua fala, o vereador ressaltou o trabalho do Comitê de Contingenciamento da COVID-19 em Porto Ferreira. “Parabenizo por todo o trabalho desenvolvido até o momento no combate à pandemia. Por fim, o requerimento visa buscar alternativas para a antecipação imediata do início da vacinação de profissionais da educação que estão na linha de frente da educação de Porto Ferreira, pois essa antecipação sinaliza a prioridade dada à educação e contribuirá, com certeza, para acelerar o processo da retomada e abertura total das escolas.”

O vereador Sérgio de Oliveira (DEM), presidente da Comissão de Educação, também falou sobre o requerimento. “Eu gostaria de subscrever a matéria do nobre colega e parabenizá-lo por ela e pela preocupação com os profissionais da educação não só da nossa cidade mas de todo o país. Eu como professor do Estado informo que nós já voltamos com os alunos presencialmente desde o dia oito de fevereiro e nós estamos vendo vários professores e alunos sendo contaminados dentro da escola.”

Sérgio de Oliveira aproveitou a fala para agradecer ao Executivo Municipal pela prudência no retorno às aulas presenciais. “Gostaria de agradecer e parabenizar o Poder Executivo, através do prefeito, que se sensibilizou e não deixou as aulas voltarem de forma presencial ainda. Nós estivemos lá hoje na reunião da Comissão de Educação e fomos informados que existe um calendário para volta gradativa das aulas e isso só se dará quando o município não estiver mais na fase vermelha.”

Além disso, a volta será feita de forma gradativa. “Isso já é um grande ganho para os professores e para os alunos de nossa cidade. Inclusive nem todos voltarão ao mesmo tempo, diferente do Estado que, apesar de nós estarmos trabalhando com 35% dos alunos, todas as classes já voltaram”, explicou.

“Vemos que nesse aspecto a Secretaria de Educação e Poder Executivo estão de parabéns. Nós temos que vir aqui falar quando existe o erro, mas também parabenizar quando a Secretaria e o Poder Executivo acertam”, salientou Sérgio de Oliveira.

Sobre a vacinação dos professores e profissionais de educação, o vereador falou que já existe um calendário. “Esses profissionais da educação, como o prefeito disse para nós, fazem parte do Plano Nacional de Imunização na etapa após terminarem de vacinar os idosos acima de 60 anos, aí os professores entram como prioridade. Então vamos aguardar e esperamos que essa hora chegue o mais rápido possível”, concluiu.

O líder do prefeito na Câmara Municipal, vereador Marcelo Ozelin (Progressistas), também subiu à tribuna para discursar sobre o requerimento. “Parabéns Ricardo, parabéns Sérgio pelo reconhecimento, como você falou, nós temos que apontar algumas dificuldades do Executivo, mas quando acerta nós temos que vir aqui e reconhecer o ótimo trabalho que o prefeito Rômulo Rippa tem feito nesse sentido.”

Marcelo Ozelim também se indignou quanto a volta às aulas presenciais da rede estadual. “Em contrapartida, é um absurdo o Governo do Estado fazer com que esses professores voltassem sem a vacina. Vou subscrever também o seu requerimento que é de suma importância a vacinação desses profissionais para que possamos dar mais segurança tanto a esses profissionais quanto às famílias dos estudantes”, finalizou.

O requerimento do vereador Ricardo Patroni foi aprovado por unanimidade e será enviado ao Executivo Municipal para a resposta.

Por Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Porto Ferreira