Élcio Arruda

Anteprojeto objetiva treinamento para primeiros socorros nas escolas

Publicado em: 26/07/2022 15:00

Whatsapp

 

Na 26ª Sessão Ordinária, vereador Élcio Arruda fala sobre seu anteprojeto

Anteprojeto objetiva treinamento para primeiros socorros nas escolas

Vereador Élcio Arruda propõe a obrigatoriedade em noções básicas de primeiros socorros

Na última sessão ordinária antes do recesso legislativo, realizada na segunda-feira (18/07), o vereador Élcio Arruda (MDB) apresentou o Requerimento nº 402/2022, encaminhando o Anteprojeto de Lei nº 35/2022, que torna obrigatória a orientação em noções básicas de primeiros socorros de professores e funcionários de estabelecimentos de ensino públicos e privados de educação básica e de estabelecimentos de recreação infantil.

O parlamentar foi até a tribuna para comentar sobre a matéria. “Esse anteprojeto de lei foi baseado em alguns fatos que, infelizmente, ocorreram em instituições de ensino do nosso estado. Eu resolvi elaborar este anteprojeto para que se torne obrigatório o preparo dos professores e profissionais da educação nos primeiros socorros.”

A intenção ao preparar os profissionais para prestar esse primeiro atendimento é para evitar sequelas e perder vidas. “Também fui procurado por alguns colegas vereadores de outros municípios e, depois de aprovado, enviarei esse anteprojeto de lei para que se torne lei nessas outras cidades”, declarou Élcio Arruda.

O vereador lembrou de que já é dado um treinamento pelo Bombeiro para os alunos, por meio do programa “Bombeiro na Escola”. “Esse projeto é chefiado pelo cabo Correia e tenta levar algumas noções para as crianças, um projeto que é muito bem-vindo na rede de ensino municipal. Nesse ano, colaborarei com emenda individual para que seja adquirido um veículo e notebooks.”

Com o treinamento adequado, Élcio Arruda acredita que será possível realizar primeiros socorros, evitando o agravamento do quadro e mantendo os sinais vitais. “Quando há uma asfixia ou alguma outra situação parecida, o quanto antes tiver esse primeiro socorro, evita-se um agravamento e até mesmo o óbito”, pontuou.

Com o anteprojeto haverá mais segurança para os professores e funcionários da escola quando necessário prestar esse primeiro atendimento. “Os profissionais, que tomam conta das crianças e adolescentes, saibam como agir frente a esses eventos, como evita-los e também administrar os primeiros socorros procurando assim evitar incidentes decorrentes de procedimentos inadequados.”

Para finalizar, o parlamentar pediu o apoio de todos os vereadores. “Espero contar com o apoio dos senhores e também com o assessor legislativo, Dr. Gustavo de Freitas, que leve essa proposta para o prefeito municipal e tenho certeza que é uma preocupação dele também.”

A vereadora Priscila Franco (PSDB) parabenizou o vereador pelo anteprojeto e lembro que já havia feito matérias com a temática. “Esse anteprojeto é de grande importância. Eu também realizei, no ano de 2021, a indicação de número 151 e, neste ano, a indicação de números 244 a respeito de implantar primeiros socorros nas escolas e creches municipais.”

Priscila Franco disse ser uma solicitação que veio de uma das creches municipais. “Houve um engasgamento e a educadora ficou super desesperada até que chegasse o Bombeiro, ela não sabia como recorrer e estava lidando com a vida de um ser humano. Fomos conversar na Secretaria de Educação e no Corpo de Bombeiros e disseram que estava sendo implantado, mas parou devido a pandemia”, concluiu a vereadora.

Já o vereador Pedro Melo (PL) teceu alguns comentários sobre o requerimento. “É um anteprojeto espetacular e eu vou explicar o porquê. Muitas vezes você está diante de uma situação, de um choque elétrico, um ferimento profundo com sangramento intenso, afogamento ou engasgo de criança, é uma coisa muito comum e é fundamental saber como agir.”

O vereador acredita que o projeto será de suma importância. “Eu quero dar parabéns a você pelo anteprojeto. Eu espero que seja aceito pelo prefeito municipal e torne-se uma verdade com projeto de lei que venha até nós para algumas observações se for necessário”, finalizou Pedro Melo.

Sérgio de Oliveira (MDB) também falou sobre o anteprojeto. “Parabenizar o vereador Élcio Arruda e dizer que eu também vou subscrever. Espero que o prefeito possa, o mais rápido possível, nos enviar em forma de projeto de lei para que a gente possa fazer a aprovação.”

Por ser professor, o parlamentar entende a importância desse treinamento. “Nós quando estamos na escola acabamos socorrendo algum aluno que se machucou. Nós que somos formados em Educação Física, temos uma base que é feita na faculdade de primeiros socorros, mas, às vezes, não estamos na escola”, explicou.

O requerimento foi aprovado por todos os vereadores presentes, constando as ausências do vereador Ricardo Patroni (PSD), Alan João (PSD) e Luciane Lourenço (PSD). O anteprojeto foi para a análise do Executivo Municipal que poderá retorná-lo como projeto de lei.

Por Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Porto Ferreira