Élcio Arruda

Sistema cicloviário é proposto em anteprojeto de lei

Publicado em: 25/08/2022 14:00

Whatsapp

 

Na tribuna da sessão, vereador Élcio Arruda discursa sobre seu anteprojeto

Sistema cicloviário é proposto em anteprojeto de lei

Élcio Arruda é autor do anteprojeto que objetiva incentivar a bicicleta como meio de transporte

O Anteprojeto de Lei nº 41/2022, apresentado no requerimento de autoria do vereador Élcio Arruda (MDB), na sessão ordinária de segunda-feira (22/08), dispõe sobre a criação do sistema cicloviário no município de Porto Ferreira e dá outras providências.

O parlamentar autor do anteprojeto falou sobre na discussão do requerimento. “Nos últimos anos, eu tenho apresentado algumas demandas relacionadas a utilização de bicicleta no nosso município, como faixa temporária aos domingos. Sabemos que todo projeto que será implantado requer um estudo, requer investimento.”

Élcio Arruda disse que essa proposta é uma demanda do prefeito Rômulo Rippa e das Secretarias de Esporte e Lazer e Segurança e Mobilidade Urbana. “Para que possamos regulamentar a utilização de bicicleta em nosso município. Esse anteprojeto é bem extenso, não é um simples anteprojeto, que prevê a criação de faixas temporárias e faixas compartilhadas, de bicicletários em vários locais para que a pessoa possa guardar sua bicicleta em segurança e também que a prática esportiva seja mais valorizada”, detalhou.

O uso da bicicleta como meio de transporte é uma forma de ser mais sustentável. “Favorecendo também ao meio ambiente. Depois de tanto tempo de pandemia, muitas pessoas acabaram, infelizmente, perdendo seus empregos, a bicicleta é um transporte barato que não requer a utilização de combustível, evitando também a poluição”, elencou os benefícios da utilização da bicicleta.

Segundo o vereador, o anteprojeto prevê todo um planejamento para os investimentos no desenvolvimento da bicicleta como meio de transporte. “Peço ao Executivo que analise, por meio do seu jurídico, com muito carinho esse anteprojeto. Sabemos que na classe operária, igual é Porto Ferreira, várias pessoas utilizam a bicicleta como meio de transporte. Então seria uma maneira inteligente de incentivar ainda mais essa prática”, citou Élcio Arruda.

O vereador João Lázaro (PSDB) falou sobre o anteprojeto. “Faço uso da tribuna primeiro para parabenizar o vereador Élcio Arruda pelo anteprojeto. Só que tem que ser bem analisado porque eu acredito que, em relação às ruas, não existe o espaço adequado para que possamos fazer a ciclovia.”

João Lázaro também citou uma inciativa dele e da vereadora Priscila Franco (PSDB) para a construção de uma ciclovia ligando o cemitério Cristo Rei até o Clube de Campo das Figueiras. “O pessoal utiliza muito aquele local para fazer caminhada, para fazer os passeios de bicicleta e esse anteprojeto vem se encaixar nessa nossa solicitação”, concluiu.

Já o vereador Pedro Melo (PL) disse que o anteprojeto é muito interessante. “Logicamente, levando em consideração a necessidade do esporte e do uso da bicicleta para o trabalho, para o lazer, principalmente por nós que somos moradores de uma cidade pequena. Porém, nós não temos grandes avenidas que possam destinar uma faixa exclusiva para ciclovia e as nossas calçadas também não permitem o uso.”

O parlamentar comentou, inclusive, que a ciclofaixa que há na avenida Engenheiro Nicolau de Vergueiro Forjaz foi mal projetada. “Ficou uma ciclovia totalmente sem segurança até porque não existe o respeito. O que observa aqui no Porto é que as ruas são feitas sem a estrutura suficiente para permitir esse seu anteprojeto”, ressaltou Pedro Melo.

Para o vereador, uma possibilidade seria a abertura de novas avenidas e o prolongamento das já existentes. “Aí sim poderiam fazer um estudo já no projeto para ter essa ciclofaixa, que será de muita utilidade. Parabéns.”

Finalizando a discussão do requerimento, o presidente da Câmara, vereador Alan João (PSD), também parabenizou o autor da matéria. “Pensando na sustentabilidade, na questão de evitar o máximo os combustíveis fósseis, eu acho que a tendência hoje, de todos os municípios deve ser essa. O Brasil deveria dar o exemplo na questão da sustentabilidade.”

Alan João, no entanto, também comentou sobre os pontos ditos pelos outros vereadores. “Não podemos fazer a ciclovia simplesmente por fazer. Essa da avenida é um perigo para o ciclista, não tem espaço e, muitas vezes, os veículos também fazem a ultrapassagem pelo lado direito e já tivemos acidentes em frente da Câmara Municipal”, alertou.

“Eu acho que tem que ser feito esse sistema cicloviário, é importante, por isso que o seu projeto veio em um momento adequado, mas precisa ser feito um estudo quanto a isso, determinar a localização adequada dessas ciclofaixas porque você pode colocar o ciclista em perigo”, afirmou o presidente.

Sobre a possibilidade de se fazer uma ciclofaixa na estrada que liga o município ao Clube de Campo das Figueiras, Alan João lembrou de uma reunião que acompanhou. “Eu, o vereador Sérgio de Oliveira (União Brasil) e o prefeito estivemos com a equipe do Detran para pleitear o recurso para ciclofaixa e toda a adequação de mobilidade urbana porque é uma demanda dos ciclistas e atletas da região”, no entanto, até o momento, não foi assinado o programa.

O requerimento foi aprovado por todos os vereadores e o anteprojeto será encaminhado para que o Executivo Municipal o analise e, caso seja pertinente, retorne-o como projeto de lei para ser votado na Câmara Municipal.

Por Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Porto Ferreira