Luciane Lourenço

Luciane Lourenço atua em prol da causa animal e destina R$ 90 mil para a causa

Publicado em: 12/01/2022 15:00

Whatsapp

 

Luciane Lourenço atua em prol da causa animal e destina R$ 90 mil para a causa

Vereadora fez emenda ao orçamento para a implantação do castra móvel no município

O ano de 2021 marcou o início do primeiro mandato da vereadora Luciane Lourenço (PSD) na Câmara Municipal de Porto Ferreira.  Para o biênio 2021-2022, a parlamentar foi eleita como primeira secretária da Mesa Diretora do Poder Legislativo.

A vereadora disse que teria um mandato voltado para a causa animal e buscando uma cidade mais igualitária e assim o tem feito. Durante as sessões do ano, Luciane Lourenço foi autora de 94 proposições, sendo 31 requerimentos, dos quais dois eram anteprojetos de lei, 62 indicações e uma moção.

Em um de seus primeiros requerimentos, a parlamentar questionou sobre os animais do Parque Henriqueta Libertucci. Outro requerimento voltado para a causa animal tratou sobre o censo animal, com objetivo de obter informações sobre os animais de Porto Ferreira e a aplicação de multas por abando e maus tratos aos animais.

Luciane Lourenço foi autora do anteprojeto de lei, que retornou como projeto sendo aprovado em novembro, que instituiu o Programa Banco de Rações e Utensílios para animais. Uma ação que viabiliza a centralização das doações, proporcionando maior eficiência aos defensores da causa animal de Porto Ferreira.

Além da causa animal, a vereadora também trabalhou em prol da Casa de Passagem, juntamente com a vereadora Priscila Franco (PSDB) e com a Associação Viva a Vida, tendo reunião com o prefeito Rômulo Rippa e com a secretária de Desenvolvimento Social e Cidadania, Mileni Arantes, para falar sobre o assunto.

Outra causa que Luciane Lourenço esteve à frente durante 2021 foi a Delegacia da Mulher, fazendo, em junho, requerimento solicitando dados referentes à violência contra a mulher para basear a sua solicitação de implantação da Delegacia. Já em setembro, a parlamentar questionou o Executivo Municipal sobre a quantidade de pessoas no município que necessitam de residência inclusiva.

A vereadora também foi à tribuna para solicitar obras de manutenção na pavimentação do bairro José Gomes, agradecer por ter indicações de zeladoria atendidas, além de questionar queda de energia em bairros do município.  

Em julho, Luciane Lourenço esteve em São Paulo na Assembleia Legislativa onde recebeu a notícia de que o deputado estadual Roque Barbiere (PTB) destinaria R$ 600 mil para a construção da rotatória entre as avenidas Engenheiro Nicolau de Vergueiro Forjaz com a Ângelo Ramos e Rudolf Streit.

Já em setembro, a parlamentar visitou à APAE, junto com a vereadora Priscila Franco, para conhecer melhor a instituição e entender suas necessidades. Em novembro, foi até Brasília participar do encontro de seu partido sobre políticas públicas voltadas para as mulheres.

Para 2022, Luciane Lourenço terá R$ 221.800,00 em emenda para enviar a ações e instituições do município. Desse valor, a vereadora destinará R$ 90 mil para a causa animal, sendo a parlamentar com o maior valor enviado para a causa. Esses R$ 90 mil terão como objetivo a implantação do castra móvel.

Também enviará R$ 10 mil para a compra de equipamentos para o Hospital Dona Balbina, R$ 10 mil para custeio das atividades na área da saúde para o Solar dos Jovens de Ontem e R$ 10 mil para a aquisição de armas de fogo e munições pela Guarda Civil Municipal.

Para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Zeladoria, a vereadora destinará um total de R$ 46.800,00, sendo R$ 5.852,38 para a aquisição de materiais na área de meio ambiente, mais R$ 833,33 para a contratação de serviços de terceiros na área de meio ambiente, R$ 6.685,71 para a aquisição de material para a área de zeladoria e R$ 33.428,58 para a contratação de serviços de terceiros destinados à área de zeladoria.

Ainda serão enviados R$ 30 mil para a aquisição de materiais e equipamentos para a Associação Viva a Vida, R$ 10 mil para a compra de um playground pela Casa REAMAR, R$ 10 mil para uniformes e equipamentos da Defesa Civil e R$ 5 mil para equipamentos para a Casa de Apoio de Barretos.

Por Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Porto Ferreira