Sérgio de Oliveira

Palavra livre discute reformas e reajuste da enfermagem

Publicado em: 11/05/2022 16:30

Whatsapp

 

Na 16ª Sessão Ordinário, vereador Sérgio de Oliveira usa a tribuna

Palavra livre discute reformas e reajuste da enfermagem

Vereador Sérgio de Oliveira falou sobre as reformas administrativas e previdenciárias na sessão

O vereador Sérgio de Oliveira (União Brasil) fez uso da Palavra Livre Final na última sessão ordinária, realizada na segunda-feira (09/05), para falar sobre reforma previdenciária, reforma administrativa e o Projeto de Lei Complementar nº 09/2022, que iniciou sua tramitação na sessão.

“Eu não poderia deixar de vir aqui nesta noite para dizer algumas palavras. Gostaria de parabenizar o vereador João Lázaro (PSDB) pelo que ele disse aqui na tribuna em relação à Previdência Social. Nós tivemos uma alteração e tem algumas coisas que são revoltantes”, iniciou o parlamentar.

A respeito das mudanças nas regras de aposentadoria, Sérgio de Oliveira pontuou sobre o adiamento das aposentadorias. “As pessoas trabalham uma vida toda, estão quase para se aposentar e agora vão ter que pagar um pedágio ficando mais um tempo contribuindo. Já as pessoas novas que estão ingressando agora, infelizmente, vão ficar quase que a vida toda dentro de uma fábrica, dentro de uma empresa para conseguir se aposentar”, declarou.

Sérgio de Oliveira também falou da reforma administrativa que está tramitando no Congresso Nacional. “A reforma administrativa vai acabar com a vida do funcionário público. Eu digo isso porque eu sou funcionário público estadual e o governador que estava em exercício fez a reforma administrativa do Estado e tirou várias conquistas dos trabalhadores, como por exemplo as abonadas, e a reforma administrativa que está na no Congresso Federal é muito pior do que essa do Estado.”

Com essas reformas, o vereador afirmou que quem sai perdendo é o trabalhador. “É ele quem sempre acaba pagando o pato, infelizmente. Nós não aguentamos mais, tem muita gente passando fome, muita gente que nós atendemos aqui durante o dia que não tem dinheiro para comprar um arroz, um leite para dar a seu filho. Outras pessoas, principalmente as que trabalham com carro e moto, não aguentam mais abastecer com a gasolina a quase R$ 10”, explicou.

Já sobre o Projeto de Lei Complementar nº 09/2022, que propõe reajuste salarial a categoria da enfermagem, Sérgio de Oliveira se colocou à disposição para ajudar na tramitação. “A vereadora Priscila Franco (PSDB) veio aqui na tribuna pedir que as comissões possam dispensar os prazos, assim como os vereadores analisem o projeto o quanto antes.”

“Então eu gostaria de dizer que pode contar comigo, sou presidente da Comissão de Justiça e Redação e de Educação e, com certeza, até o final de semana já vamos estudar o projeto e, quem sabe, dar o parecer para que possamos liberar o projeto para votação”, resumiu.

O vereador parabenizou o prefeito municipal pela iniciativa. “Ele se antecipou a Lei Federal, sendo uma das primeiras cidades a dar esse reajuste, assim como já havia feito com o novo piso salarial dos profissionais da educação. Os enfermeiros, técnicos de enfermagem e auxiliares de enfermagem terão essa valorização antes mesmo da aprovação da Lei Federal.”

Esse reajuste, segundo o parlamentar, é uma forma de agradecer a categoria que tanto contribuiu durante a pandemia. “O prefeito Rômulo Rippa, de forma magistral, honrosa e respeitosa, estará fazendo essa valorização a essa categoria do nosso município. Nada mais justo porque eles têm trabalhado muito durante esses dois últimos anos com a pandemia, trabalharam 24 horas, muitos sem finais de semana e isso virá como um prêmio”, detalhou.

Para finalizar, Sérgio de Oliveira mais uma vez se prontificou a trabalhar o quanto antes pelo projeto. “Parabenizo o Poder Executivo e conte comigo, Priscila. Eu tenho certeza que você poderá também contar com cada um dos vereadores aqui que dispensarão os prazos de emenda para que nós possamos deixar o projeto para ser votado nas próximas sessões”, concluiu.

Por Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Porto Ferreira