Priscila Franco

Listagem com medicamentos disponíveis na Farmácia Municipal é solicitada

Publicado em: 08/06/2022 12:30

Whatsapp

 

Na tribuna, vereadora Priscila Franco discursa sobre seu requerimento

Listagem com medicamentos disponíveis na Farmácia Municipal é solicitada

Vereadora Priscila Franco fez o requerimento junto com o vereador Renato Rosa 

Na sessão ordinária realizada na semana passada (30/05), a vereadora Priscila Franco (PSDB) apresentou o Requerimento nº 305/2022 solicitando informações sobre a possibilidade de disponibilizar, no site da Prefeitura Municipal, a listagem dos medicamentos disponíveis na Farmácia Municipal.

O requerimento foi co-assinado pelo vereador Renato Rosa (Republicanos), que falou sobre o assunto. “Esse requerimento é muito importante. A vereadora me procurou, na semana passada, para apresentarmos esse requerimento e prontamente me coloquei à disposição para ajudar, para que pudéssemos fazer em conjunto.”

O parlamentar, que trabalha na Farmácia Municipal, explicou que a listagem com os medicamentos de alto custo são facilmente encontrados na internet, já que é um programa do Governo Federal. “Qualquer um tem acesso a essa lista de medicamentos porque ela é nacional.”

Já a listagem solicitada refere-se aos medicamentos inclusos na Relação Municipal de Medicamentos (REMUME). “Para que todos os munícipes tenham acesso aos medicamentos que são disponibilizados e que, no momento, estão à disposição. Às vezes há alguma falta e nós retiraríamos da lista, sendo atualizada todos os dias, já que todos os dias chega medicamento”, detalhou Renato Rosa.

O vereador também disse que a listagem vareia conforme a sazonalidade. “Como agora no início do inverno que pegou as crianças, a população mais idosa. Prova que o pronto-socorro está lotado todos os dias e isso vai responder lá na Farmácia.”

Renato Rosa falou ainda que houve um aumento na procura da Farmácia por conta da pandemia. “O povo descobriu a Farmácia, muitas pessoas não tinham conhecimento e passaram a usufruir desse direito tendi um aumento muito grande no consumo dos medicamentos.”

Por conta desse aumento na demanda, o vereador acredita ser necessário ter um instrumento que dê acesso a população à listagem dos medicamentos. “Nós precisamos ter um instrumento para que as pessoas tenham acesso e conhecimento do que é oferecido. Eu recebo as pessoas para nos parabenizarem pelo que é oferecido na Farmácia”, contou salientando o destaque que a Farmácia tem na região.

“Vereadora, obrigado por ter me convidado para assinar esse requerimento e esperamos que o Executivo tome uma providência para que haja uma maior divulgação. A pessoa às vezes chega lá na expectativa de que vai ter um medicamento e não tem”, concluiu Renato Rosa.

A autora da matéria, vereadora Priscila Franco, também falou sobre o requerimento. “Eu recebo no posto pessoas falando que vão até a Farmácia, gastam o que não tem e chegando lá não tem o medicamento. Alguns remédios estão em falta apenas naquele momento, acabou hoje, mas chega amanhã.”

Priscila Franco disse que não recebe reclamações do atendimento na Farmácia. “São muito bem atendidos, mas a queixa deles é essa de chegar na Farmácia, ficar na fila meia hora e o medicamento não ter, sendo que se não tivessem gasto o dinheiro com o ônibus, poderiam ter comprado em outra farmácia”, detalhou a vereadora.

A parlamentar explicou ainda que é repassado às UBS uma listagem com os medicamentos disponíveis na Farmácia, no entanto a atualização é feita quinzenalmente. “Mas pode ser que acabe durante esses 15 dias. Teria que ser um sistema que fosse atualizado para que quando o médico prescrevesse, o paciente fosse até a Farmácia e tenha a medicação”, concluiu.

O vereador João Lázaro (PSDB) fez, na mesma sessão, um requerimento semelhante solicitando informações sobre a possibilidade de implantar um software para o compartilhamento das informações entre médicos e Farmácia Municipal.

“Os dois requerimentos vêm de interesse a uma melhor qualidade de vida para a nossa população, nós estamos discutindo melhoria para nossa população. Agora nós não podemos colaborar com uma Secretaria se a secretária não nos procura para conversar”, criticou o parlamentar.

João Lázaro cita que os vereadores poderiam destinar parte de suas emendas impositivas para a implantação de um sistema integrado. “Um software vai melhorar e muito porque teremos a informação em tempo real, o médico pode prescrever um outro remédio, de outra marca. Cada vereador destinou R$ 110 mil das emendas para saúde.”

Ele falou que pedirá aos deputados que enviem emendas para ajudar na Farmácia. “Vou pedir aos nossos deputados que encaminhem recursos para a área da saúde, para compra de remédios. Nós estamos dispostos a ajudar, mas o que eu quero é diálogo. Eu gostaria que a Secretaria de Saúde, quando nós formos fazer nossas emendas impositivas, fizesse uma reunião conosco e colocasse quais são as reais necessidades”, finalizou João Lázaro.

O requerimento foi aprovado por todos os vereadores presentes, constando a ausência do vereador Pedro Melo (União Brasil), e seguiu para a resposta do Executivo Municipal dentro do prazo regimental.

Por Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Porto Ferreira