João Lázaro

Número de funcionários do estacionamento rotativo é questionado em sessão

Publicado em: 18/11/2022 12:00

Whatsapp

 

Na tribuna, vereador João Lázaro fala sobre seu requerimento

Número de funcionários do estacionamento rotativo é questionado em sessão

Vereador João Lázaro questiona a falta de funcionários no estacionamento rotativo

O vereador João Lázaro (PSDB) apresentou o Requerimento nº 597/2022 solicitando informações à Agência Reguladora de Serviços Públicos do Município de Porto Ferreira sobre o estacionamento rotativo, na sessão ordinária de quarta-feira (16/11).

O objetivo da matéria é saber se houve aumento no número de funcionários do estacionamento rotativo depois que aumentaram o número de vagas. “É sabido que Porto Ferreira tem o estacionamento rotativo e, por muitas vezes, você estaciona, procura funcionário e, infelizmente, não encontra”, afirmou João Lázaro na discussão do requerimento.

Segundo o vereador, a empresa responsável pelo estacionamento rotativo está com um número reduzido de funcionários. “Estacionei no Centro, procurei o funcionário e não achei. Quando voltei, estava aquela notificação. Procurei o funcionário novamente, não encontrei. Saí com o veículo procurando e não achava”, relatou.

João Lázaro disse que a falta de funcionários impede de regularizar o estacionamento em tempo hábil. “Se dentro de 30 minutos você não achar o funcionário, ao invés de pagar R$ 2, você terá que pagar R$ 4 para acertar a situação.”

A empresa ao disponibilizar um número reduzido de funcionários, acaba obtendo um lucro maior. “Se o proprietário da empresa tem apenas cinco funcionários, além de ele ganhar porque você não acha funcionário, e de R$ 2 você paga R$ 4, ele ganha também com menos funcionários para pagar o salário.”

Outro ponto falado pelo vereador é que quanto menos funcionários empregados, menos ferreirenses levando o sustento a suas famílias. “Desde o início, eu fui contra essa zona azul. Agora, da forma que está não dá. Se tem um contrato que diz que a hora será R$ 2 e a empresa terá que dispor de um certo número de funcionários, então tem que ter esse certo número de funcionários. Essas empresas vêm para Porto Ferreira e só querem lucro”, declarou.

Por isso, em seu requerimento, João Lázaro questiona o número de funcionários que havia antes do aumento de vagas e quanto há atualmente. “O que não pode é faltar funcionário porque quem vai ali paga o estacionamento, então tem que ter funcionário, tem que gerar emprego em Porto Ferreira.”

Para finalizar, o vereador pediu para que a Agência Reguladora fiscalize a execução do serviço. “Porque se tem um quadro lá na empresa dizendo que estão precisando de funcionário, mas quando a pessoa vai lá dizem que não estão precisando, essa placa está nos enganando. Eu já era contra o estacionamento rotativo, então que vocês contratem o número de funcionários para gerar emprego em Porto Ferreira”, concluiu.

O requerimento foi aprovado por todos os vereadores presentes, constando as ausências dos vereadores Pedro Melo (PL) e Ricardo Patroni (PSD). A matéria será enviada para que a Agência Reguladora responda dentro do prazo regimental.

Por Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Porto Ferreira